quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Para que não me esqueça

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

Nunca subestimar a minha capacidade de me iludir.

16 comentários:

  1. Nunca subestimes a tua capacidade de transformar o impossível em possível.

    Nunca te deixes iludir pelas dificuldades.


    * parecem-te tretas de auto-ajuda? pois parecem, mas não são.

    ResponderEliminar
  2. Ó Maggie, eu sou o Junkie Jones, não sou o Peter Pan.

    ResponderEliminar
  3. Não és Peter Pan e também não me parece que sejas calimero.

    Gosto, gosto bué! Parece leite creme com muito caramelo por cima!

    ResponderEliminar
  4. Leite creme com muito caramelo por cima, francamente....

    ResponderEliminar
  5. Epá não te ofendas, pareceu-me uma imagem fofinha!

    E pra já, se tiveres leite creme com muito caramelo líquido por cima e à medida que fores comendo misturares, aposto contigo o que quiseres que fica com esse aspecto.

    Pra ti é o quê?? O por do sol?

    ResponderEliminar
  6. Durante muito tempo, eu considerava-me uma "sininho". Era mais pelos pozinhos dourados e assim ,tá bem, e das asinhas, certo,ok, não vou agora dizer que não, que essas coisas não foram importantes na minha identificação com o personagem, que eu, não minto. Mas o que eu adorava mesmo mesmo mesmo mesmo mesmo mesmo mesmo mesmo mas assim mesmo na sininho, era ...
    ..............


    porra, já não me lembro.


    Mas era giro!

    ResponderEliminar
  7. O papel de vítima desentendida assenta-te tão bem, pena é que sejas um péssimo actor.
    Vou, agora que já te fiz a vontade e respondi à tua provocaçãozinha e satisfiz a minha de te f... o juízo nestas alturas.

    ResponderEliminar
  8. Isa Maria, e olha que o papel da Sininho, até que não te assenta assim tão mal como isso aqui no meu imaginário, se bem que talvez com outro nome, a Sineta, ou até o Badalo.

    ResponderEliminar
  9. Alice, eu até julgava que tinhas desaparecido, só ainda não tinha atirado os foguetes porque temia precisamente isto, uma recaída.

    Mas é que nem duvides da minha grande queda para me fazer de vitima, e faço-o tão bem que nem eu me apercebo, por isso ainda bem que cá vieste identificar o momento.

    E tu, nesse teu papel de mete nojo, que te assenta tão bem, e até diria que ou és óptima actriz, ou....

    ResponderEliminar
  10. Vislumbra-se luz, de facto, ao contrário do leite creme.

    Mas está bonito, com um header destes o teu blog,ou blogue(como gostas mais?), fica mais, eu diria...apetitoso.

    ResponderEliminar
  11. ;)




    *queria isto ali em cima mas varreu-se-me e assim perdeu-se o aspecto impactante que eu queria dar à coisa. Sheiße!

    ResponderEliminar
  12. Vou já avisando que este é um sitio Tuga, e eu não sei falar estrangeiro.

    ResponderEliminar
  13. Isto é estrangeiro mas não é de fora é de dentro. Dentro da UE. Ai,Ai se a Merkl te ouve a renegar a língua dela!
    Tu não sabes que é "Deutschland, Deutschland über alles"?

    E nós temos de piar fininho, caso contrário ficamos a pão e laranjas do Algarve.

    ResponderEliminar
  14. Olha, sabes o que devia acontecer?

    A Merkl podia fazer as malas e ir juntar os trapinhos com o Sócrates para qualquer lado, bem longe da Europa.

    A Sibéria é na Europa?

    ResponderEliminar