terça-feira, 11 de outubro de 2011

O cantinho do comentador

Abre-se assim um novo espaço neste espaço, um espaço em que os comentadores podem ter o seu minuto fama e dar largas à sua pancada.
Disse a Margarita,

Declaração de Liberdade e Independência de Opinião das Comentadoras do Fim do Mundo em Privado (2011)

Determinação do Primeiro Congresso Virtual, 11 de Outubro de 2011
Declaração unânime das três Comentadoras do Fim do Mundo em Privado.

"Quando, no decurso da História da Bloga, se torna necessário às comentadoras assumir, de entre os poderes do espaço virtual, o estatuto de igualdade que as Leis da Natureza lhes conferem, o direito e o respeito que lhes é devido perante as opiniões da Humanidade, urge, pois, que as mesmas declarem as suas razões.
Consideramos estas verdades por si mesmo evidentes, que todas as comentadoras são criadas iguais, sendo-lhes conferidos pelo Criador da Bloga certos Direitos inalienáveis, entre os quais se contam a Liberdade de Expressão, o Humor, a Linguagem Escatológica e a Busca da Felicidade. Que para garantir estes Direitos, são instituídos os Bloggers, derivando os seus justos poderes de acordos amigáveis. Que sempre que qualquer Forma de Administração de Blogue se torne destruidora de tais propósitos, as comentadoras têm o direito de dizer: “ qué isto, então e se fosses pró caralho, ou quê?” bem como a instituir mecanismos no Blogue, que assentem os seus fundamentos nesses princípios e do modo que lhes pareça mais adequado à promoção da sua Felicidade e Boa Disposição."

Fim do Mundo em Privado, 11 de Outubro de 2011

Anónimo Franklin, Isa Jefferson, Margarida Adams
(vai por ordem alfabética para não haver pruridos, ok?) 

27 comentários:

  1. Isto era só uma brincadeira,Junkie. E tu fazes um post?

    Depois eu é que não bato bem da bola!

    ResponderEliminar
  2. ahahahahahaha

    que é isto, então e se fosses pró caralho, ou quê?

    tá muito boa, Junkie.

    ResponderEliminar
  3. Então, contentes as meninas?

    Já agora, por falar em meninas, porque é que só aparecem aqui mulheres a comentar?

    Bem, mulheres, sim, a bem dizer 3 é plural, mas confesso, e não desconsiderando o abnegado esforço comentadoiro das ilustres, confesso achar estranho que para tanto comentário sejam tão poucos os comentadores.

    ResponderEliminar
  4. Explica-te lá Junkie que eu hoje estou muito lenta.

    Porque é que achas estranho?

    ResponderEliminar
  5. Porque deve preferir 24 comentadores imbecis a dizer "ai que giro", ó que belo texto", ai tadinho junkie, tu tás triste? amanhã é um dia melhor, tu tem fé no senhor", ou "ai, Junkie, eu me identifico tanto com cêêê!", que 3 gajas normais, com opiniões formadas e sem receios de as exporem.

    Ele que vá é masé pró caralho.

    ResponderEliminar
  6. Acho estranho porque, imagina que vêm 100 vezes por dia aqui a este sitio, se cada uma de vocês as 3 vier cá 20 vezes por dia, dá 60, por isso ainda sobram 40 visitas.

    Quem caralho são esses outros 40 que nunca piam?

    ResponderEliminar
  7. Olha tu! Há pessoas que visitam blogs regularmente sem comentar. Gostam de ler.

    Isso deve passar-se em todos os blogs.
    Isto sou eu a fazer uma supunheta!

    ResponderEliminar
  8. mas este gajo é parvo ou não é? então agora de cada vez que visito um blog, tenho obrigatoriamente que comentar??

    foda-se que leio cada uma pá. eu tenho uma média de 90 visitas diárias, tinha que ter 90 comentários?
    sério, tirem-me deste filme.


    Grande Margarida.:))

    ResponderEliminar
  9. É pá, mas era normal que para aí de 1000 em 1000 visitas alguém para além de vocezes se atrevesse a deixar uma palavrita, não?

    Digo eu, que quando me dá para visitar outros blogues raramente resisto a deixar uma farpa.

    uma supunheta, olha-me esta, tu com tantos argumentos e ficas-te por uma supunheta? Isso é para os miseraveis como eu.

    ResponderEliminar
  10. Vamos então supunhetar.

    Há blogs que visito regularmente e nunca lá deixei nada, nem um smiley.

    Há blogs onde não se vê um único comentário.
    Acontece em blogs com textos de qualidade e noutros mais fraquinhos.

    Penso que às vezes as pessoas não comentam porque, apesar de gostarem dos temas e do estilo, não se sentem à vontade para comentar; outras não se sentem motivadas.

    Quando os bloggers não interagem com os comentadores pode também ter como consequência uma menor frequência de comentários.

    Não há um padrão relativamente a isto.
    Há múltiplas variáveis que devem influenciar o comportamento dos visitantes e comentadores.

    ResponderEliminar
  11. Ai, eu Junkie sou miserável, ai de mim!


    Isso é uma canção do bandido para atrair mais babes?

    ResponderEliminar
  12. imagina que vêm 100 vezes por dia aqui a este sitio,

    Yeah, right.


    Foda-se, depois eu é que sou a doida!

    Comento quando me apetece.
    Ponto! (caredo. Este "ponto" relembra-me dissabores diversos)

    ResponderEliminar
  13. Junkie, deixa lá isso das visitas, vai vendo o conta-fodas aqui do espaço mas não ligues muito.

    Posta que nós comentaremos. Somos poucas mas boazonas e mais virão.E um dia, virão gajos e tal e depois faremos uma orgia.

    Tás a ver como a vida se encaminha no sentido do bem e do bom?

    ResponderEliminar
  14. E agora também me ocorreu algo(hoje estou cheia de ocorrências).

    Com tantas visitas assim, já pensaste em espreitar o nichinho de mercado que é a publicidade em blog?

    Há bloggers por aí que apostam nisso.

    ResponderEliminar
  15. Olhem só quem veio cá hoje, a Pepita, e eu que não tinha colocado palha limpa no ninho.

    Esta tipa seria uma mais valia se fosse uma comentadora assidua deste blogue, imaginem só as omoletas, os doces d'ovos que poderiamos saborear, que é para já não falar da delicia agreste dos seus comentários.

    Eu só trato bem a Pepita, porque ela consegue passar a ideia de que é boa como o milho, e aqui falo de milho sem segundas intenções.

    ResponderEliminar
  16. Margarita, lá porque constatei a ausência de gajos, por mim podem manter-se ausentes para sempre, porque para gajo aqui já estou eu.

    Quanto à possibilidade de ganhar uma s coroas com a publicidade, de facto aparece-me aqui uma janelinha a propor isso, mas seria indecoroso ganhar dinheiro com esta porcaria, além de que o dinheiro tem para mim uma importância relativa.
    O que tenho vai-me bastando, se mais tivesse mais gastava, se menos tivesse menos gastava, porque o dinheiro serve mesmo para isso, para gastar, e já tenho por experiência própria que o dinheiro não é indubitavelmente sinal de felicidade.
    Desde que vá tendo para o essencial, que se lixe o resto.

    ResponderEliminar
  17. Eu passo a ideia de que sou boa como o milho? EU??
    Pá, quanto mais te leio, mais parvo te tornas.

    ResponderEliminar
  18. Eu fico com essa impressão, e se isso faz de mim parvo, pior para ti, então pois não é?
    É pois!

    ResponderEliminar
  19. Agora deste em dar-me nome de piza ou piça ou que é isso?
    Só agora é que reparei!

    ResponderEliminar
  20. Por acaso estavaa pensar numa bebida quando me deu para isso, nunca bebeste margaritas?

    ResponderEliminar
  21. E eu acho-te refrescante como uma margarita, também gosto!

    ResponderEliminar
  22. http://drinkwithaloha.com/wp-content/uploads/2011/01/Glowing-Margarita.jpg

    Ofereço-te.

    ResponderEliminar
  23. E eu que julgava ser a tua foto despida.

    ResponderEliminar
  24. Esta é bem melhor que qualquer foto minha!

    ResponderEliminar
  25. Modéstia fica sempre bem, fiquemos então assim mesmo.

    ResponderEliminar