terça-feira, 27 de março de 2012

As nádegas de Deus ( será este titulo pecado?)

Muito se tem discutido ao longo da longa historia da humanidade sobre a existência de Deus.

Abro aqui um parêntesis para me interrogar sobre se outros animais, porventura menos inteligentes que o homem, terão também eles as suas divindades.

E sem encontrar resposta conveniente, continuo com o tema que tem existido com a humanidade desde os mais recônditos cantos do mundo e do passado. A veneração de divindades. 
Conhecendo a humanidade como conheço, e partindo do principio que o tempo passa mais depressa do que a natureza muda, também nesses recônditos lugares habitavam os cépticos, e far-se-iam a mesma pergunta, será que Deus existe?

Que eu saiba, a actualmente mais reconhecida eminência sobre qualquer matéria, a ciência, ainda não apresentou prova que respondesse à pergunta, o que aparentemente parece dar alguma força aos cépticos, mas não é um principio respeitado por todos, de que até prova em contrário, ninguém pode ser considerado culpado?

A cavala, que bem recentemente era quase considerado como uma maldição pelos pescadores, devido ao seu baixo valor monetário no mercado, tem vindo a adquirir um maior interesse por parte do consumidor mais informado, neste caso por este peixe ter um elevado teor daquelas merdas que agora se sabe que fazem bem, e admiração geral, o filho da puta do peixe até é bem comestível.

Em forma de conclusão, acrescento que o titulo mais do que pecado, é desajustado.

Sem comentários:

Enviar um comentário