quarta-feira, 20 de junho de 2012

Considerações climaticas

Aí está ele, mais um Verão, desta vez chegou o de 2012, e veio disfarçado de não sei o quê, ninguém diria que é o Verão, ele mesmo.

Quem não se lembra do Outono passado, e das elevadas temperaturas que por lá se exibiram?

Anda tudo trocado, e sendo assim, tenho ou não tenho a obrigação de achar que eventualmente pode também a coisa mudar para o meu lado, e sei lá, parar de chover e fazer sol?

Na verdade não é bem assim, um gajo tem a obrigação de procurar o sol, fazer pela vida, mas um gajo pá, também já sabe que a vida é um espaço também ele sujeito estacões, como o ano, e sendo assim seria demasiado cansativo acompanhar o verão vida fora, tal como um viajante o poderia fazer à volta da terra, sendo que um gajo pá, para estar sempre ao sol na vida, se é que me faço entender, como é que fazia? Viajava? E onde são as agencias de viagem? Nas farmácias? Antigamente não havia o habito de viajar, mas hoje em dia muitos se dão a essa espécie de luxo que é viajar, ele é férias na praia, férias na neve, anti depressivos, substâncias ilegais, ele é um manancial de formas de fazer brilhar o sol.

Mas eu preferia que o sol brilhasse mais tempo, muito tempo, que faço, emigro?

6 comentários:

  1. "One of these mornings you're gonna rise up singing
    And you'll spread your wings and you'll take to the sky"

    http://www.youtube.com/watch?v=xJOtaWyEzaI&feature=related

    ResponderEliminar
  2. "um gajo tem a obrigação de procurar o sol, fazer pela vida"
    Esta parte percebi, o resto viajei... agora estou a passar pela fase da burra boazinha, portanto aproveita, colabora e não enroles.

    (quanto ao sol meteorologiacamente falando, prevê-se que para a semana vamos assar. Mal posso esperar :p)

    ResponderEliminar
  3. por isso e pelo silêncio da tua resposta

    ResponderEliminar
  4. É esse o espirito Maggie, mas não seria um destes dias, eu quero todos os dias.

    Já o anónimo, que reclama uma resposta, pois é pá, não conheces aquela Malta que anda sempre feliz? Os abençoados pela química natural? Pois, com a democratização das cenas, os outros, os que não foram abençoados, cada vez mais tratam de se abençoarem. Se é correcto? Ó pá, há algo mais correcto que andar feliz?

    ResponderEliminar
  5. Foska-se, Junkie agora foste um verdadeiro filósofo:

    "...há algo mais correcto que andar feliz?"
    É isso mesmo, a felicidade tem que ser vista como um valor. É preciso preservá-la e fomentá-la também.

    (sou tão boa a falar de mim para mim, sou a bimby de mim mesma)

    ResponderEliminar
  6. :) Preserva, fomenta e partilha.

    ResponderEliminar